Deus fez o mundo com uma beleza inigualável.
Fez as flores, as matas, o céu, o mar.
Fez tudo isso com cores alegres e extasiantes.

Colocou o homem e a mulher neste universo lindo e maravilhoso, mas ao olhar para os dois seres que até, então havia criado, percebeu que a mulher era frágil, amorosa e com uma inteligência superior.

Dai, então, deu a ela a responsabilidade da procriação, e foi então que surgiu a palavra em que milhões de anos mais tarde, eu iria te chamar… “MíƒE”

Porque a tua fragilidade é gigantesca, teu amor maternal, é surpreendente e, sinceramente, me admiro com sua inteligência, pois você está sempre pronta a nos dar respostas de ânimo, não importando a questão.

E é por tudo isto que me orgulho de você, que está sempre a nos proteger. Que tem palavras de apoio quando estamos infelizes. Que briga com o mundo, se necessário for, unicamente para nos proteger.

E mesmo que tenhamos crescido, você está sempre na guarda e na preocupação para que tenhamos um pouco de felicidade.

Uma mãe como você é como uma loteria e, eu ganhei o prêmio maior, pois radiante neste momento, te digo de todo meu coração.

Eu sou feliz, muito feliz por ser sua filha!
Tenho orgulho de ter habitado no teu ventre e após estar morando eternamente no seu coração!

Nathally Amisse



Deixe o seu comentário