Havia no meu quintal um abacateiro que produzia pouquí­ssimos frutos.

Por acreditar que uma árvore frutí­fera precisa ser produtiva, pedi a Deus que abençoasse aquele abacateiro permitindo-lhe frutificar bastante.

A florada aconteceu e o abacateiro se encheu de centenas de frutinhos.

Quando eles já estavam grandes, para surpresa minha, o galho central, com 69 abacates, quebrou.

Um outro galho também, por não suportar o peso, acabou caindo, levando tantos outros frutos.

Fiquei perplexa!

Deus havia permitido que o abacateiro ficasse recheado de frutos e logo depois quebrasse, sem que eu os aproveitasse. Por quê?

A resposta veio logo.

Nem sempre temos estrutura para suportar o tamanho da bênção que pedimos a Deus.

Por isso, muitas vezes precisamos esperar algum tempo para recebê-la.

Ela só virá quando nossa vida estiver profundamente enraizada no terreno fértil da fé em Jesus Cristo, enrijecida pela leitura constante da Palavra de Deus, fortalecida pela seiva da oração e produzindo os frutos abundantes da presença de Deus em nós.

Assim, na certeza de que a glória não é nossa, mas do Senhor Jesus, não sucumbiremos ao volume da bênção.

Querido Deus, fortalece nossa vida e ensina-nos a firmá-la nos Teus propósitos eternos, a fim de que, submissos ao Teu querer, estejamos preparados para abençoar e ser abençoados!

Pensamento para o dia:
Será que estamos preparados para receber a bênção que pedimos a Deus hoje?

Cely Pereira Gonçalves
Texto publicado na revista “No Cenáculo”, Editora Cedro, em 08/03/2003



Deixe o seu comentário



7 Comentários para “A Lição do Abacateiro”

  1. LUCIMARA Diz:

    MARAVILHOSA ESSA MENSGAEM DO ABACATEIRO, UMA LIÇíƒO DE VIDA….

  2. marilza Diz:

    adorei a mensagem do abacateiro com ela entendemos porque muitas vezes pedimos e não recebemos

  3. Silvana Diz:

    temos que saber pedir, vc pediu que o abacateiro brotasse frutos,então vc teria que pedir sabedoria para saber como e em que utilizar o do frutro.

  4. Cely Pereira Gonçalves Diz:

    Gostaria de informar que este texto que foi publicado na Revista No Cenáculo da Editora Cedro, em 08/03/2003, foi uma experiência real e verdadeira vivenciada por mim e,que no original, a frase é: Fiquei perplexa! Por ser eu uma pessoa do sexo feminino. Fico feliz por ver que a experiência que vivi e que me levou a escrever este texto, tem abençoado muitas pessoas, mas fiquei triste por ver que em muitos sites, consta como anônimo ou com outro nome. Não quero receber nada a não ser aquilo que, realmente, valida o texto. A pessoa que o escreveu, não o escreveu por uma questão simplesmente literária, mas por ter vivenciado, verdadeiramente esta experiência e desejado compartilhá-la com outros. Procurei meditar mais na Palavra de Deus, buscá-lo em oração diariamente. Tenho tido minha fé fortalecida e tenho colhido muitos frutos depois desta experiência que mudou a minha história e a história da minha família. Que Deus os abençoe. Cely Pereira Gonçalves.

  5. Maria Sallete de Sant´´ Ana Oliveira Diz:

    Gostei imensamente desta mensagem. para mim foi uma lição de vida e passei a entender a demora com que às vezes recebo minhas grandes graças de Deus. Muita paz a todos.

  6. Gladys Diz:

    Sem palavras, FANTÁSTICO !!!!!!!!!!! O Senhor é tudooooo.

  7. Cely Diz:

    Sou cristão batista e estou aproveitando este espaço para, quem sabe, fazer uma tentativa. de que nos unamos em prol de nosso Brasil, neste momento, de eleição.Se cremos em Deus, precisamos dizer que a Bíblia diz, “que feliz é a nação cujo Deus é Senhor”. Deus criou a política (arte de bem administrar) e se todos que participam da política (administração) de nosso país, seguissem os conselhos de Deus, com certeza teríamos um país mais voltado para o bem estar de todos e não de uma minoria, que sempre se elege às custas da ignorância do povo, em troca de alguns favores, ou de um prato de comida, que segundo Deus, deveria ser conquistado com a força de um trabalho digno que fosse remunerado de maneira digna. Povo cristão que acessam este blog, façam diferença. Não permitam que coisas que Deus abomina venham a acontecer neste país, simplesmente por nossa omissão. Olhem bem…consultem os seus corações e vejam se há paz em relação a estas coisas. Não anulem seus votos. Pois assim fazendo estarão dando à minoria o direito de escolher quem vai governar pra você nos próximos anos.
    Vejam dentre os candidatos, pessoas íntregas, com caráter, bem parecido com que Deus deseja que tenhamos e votem. Façam deferença, não se omitam, pois quando “o justo governa, há paz e segurança, mas quando o perverso governa o povo sofre”. O povo de Deus no passado sofria pelas más escolhas, mas quando se prostavam e pediam a direção de Deus, havia tempo de paz. estamos diante de uma das mais importantes e desafiadoras eleições para aqueles que acreditam e prezam os princípios Divinos. não podemos nos omitir. Precisamos falar até o último instante. Há dois turnos. Não entregue de bandeja o país nas mãos de quem não demonstra viver de acordo com o que Deus norteia. Vamos a luta. Dobremos os joelhos. Clamemos a Deus. Consultemos ao Espírito Santo que habita em nós e façamos nossa escolha. É momento de “por a nossa cara no pó, porque talvez assim haja esperança”