Por muito tempo eu pensei que a minha vida fosse se tornar uma vida de verdade. Mas sempre havia um obstáculo no caminho, antes de começar a viver: um trabalho, uma conta a ser paga, problemas, problemas…

Por fim cheguei a conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade. Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho!

Assim, aproveite todos os momentos que você tem. E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhar, especial o suficiente para passar seu tempo, porque o tempo não espera ninguém.

Portanto, pare de esperar que tudo se resolva. Decida-se, porque não há hora melhor para ser feliz do que agora mesmo!

LEMBRE-SE:
“A felicidade é uma viagem, não um destino.”
“Quem tem um porque viver encontrará, quase sempre, o como.”



Deixe o seu comentário



2 Comentários para “A vida (por Nietzsche)”

  1. karmen Diz:

    Gostei bastante das mensagens .
    Estão de parabéns pelas exelentes escolhas

  2. antonio martins pinheiro Diz:

    Gostei muito do texto.A vida é curta e temos que vivê-la intensamente.