Agora, neste momento, onde quer que esteja, sente o coração tranqüilo, a alma leve, a mente junto da luz…
A tua luz, aquela que habita teu ser, que corre os dias contigo, que varre as noites para que fiques tão somente com as estrelas.

Sente este momento, o ar que te rodeia, a vida que pulsa perfeita em ti.
Vê, há sempre dois caminhos í frente.
Dois caminhos esperando pela tua opção.
O sim e o não, o sol e a lua, o céu e o inferno…
A opção que tomares transformará teus próximos momentos em alegria ou decepção.

Não descuida de ti.
Dá sempre ao teu reino, o melhor.
Dança com a alegria e retira os véus da tristeza.
Tenha sempre a mão a chama viva do discernimento e no coração, a certeza de estar acompanhado, de estar protegido.

E deixa, deixa que os dias venham, que os dias aconteçam…
E que junto deles tu possas ir, vivendo a cada momento, aceitando a transformação dos tempos, do teu ser e daqueles que contigo habitam.
Simplesmente vivendo, respirando e se dando a oportunidade única de ser, de sentir e aprender que, a cada dia, muito está reservado para ti.

Sê feliz agora e deixa…
Tudo cresce por si mesmo!



Deixe o seu comentário